Blog da Professora Marcília

Archive for the ‘Ciências – 5º Ano’ Category

TRABALHO SOBRE ÁLCOOL E ALCOOLI SMO REALIZADO PELOS ALUNOS

GRUPO I

Amanda; Ana Paula; Giovana

INTRODUÇÃO

Como o texto, nos compreendemos que ele fala sobre as pessoas que ingerem o álcool, fala também das mulheres grávidas que também ingerem o álcool, o que pode causar sérios riscos para o bebê e a mãe.

Ao ler este texto, o leitor, vai se conscientizar apra não ingerir muita bebida alcoólica e não dirigir alcoolizados, e às futuras mães não beberem durante a gestação.

O ÁLCOOL

O álcool afeta várias partes do corpo, uma delas é o cérebro. Quando uma pessoa dirige alcoolizado os seus reflexos e a sua atenção irão diminuir, ocasionando um grave acidente. Colocando em risco a sua própria vida e a vida dos inocentes.

O ÁLCOOL NO SISTEMA NERVOSO

O álcool é uma droga, porém não é como a cocaína, a maconha, nem o êxtase, etc. Essas drogas afetam o cérebro, já o álcool afeta o fígado, o estômago, o intestino, o sistema cardiovascular, o sistema nervoso e também o cérebro.

A substância do álcool é prejudicial à mãe e o bebê. Portanto, durante a gestação, os médicos recomendam para a futura mãe para não ingerir a nicotina do cigarro, o álcool, nenhum medicamento sem orientação médica e nenhuma substância tóxica, pois é pelo cordão umbilical que passam todas as substâncias que a mãe ingere.

Alguns motoristas mesmo sabendo da lei “Se beber não dirija”, eles violam essa lei, ocasionando acidentes.

Qual o mundo que nós queremos?

O mundo que a mãe, o pai, o irmão ou a irmã quer?

O mundo que nós queremos é um mundo de Paz, Amor, Justiça, Fraternidade, Unidade, etc.

CONCLUSÃO

Portanto, é importante que todos se conscientizem que beber muito álcool, dirigir alcoolizado é errado, pois, ele é altamente prejudicial à saúde.

100_2989

100_2991

100_2992

OBS: Texto digitado na íntegra, segundo o trabalho das alunas.

GRUPO II

Elisa; Iara; Meryelen

ÁLCOOL

Diversas partes do cérebro são afetados pelo efeito sedativos do álcool.

OS PERIGOS DE BEBER SEM CONTROLE

A longo prazo, o álcool causa degeneração irreversível no sistema nervoso central, podendo causar, por exemplo, a demência, as complicações mais comuns.

EFEITO DO ABUSO DO ÁLCOOL NO SISTEMA NERVOSO

O álcool é um depressor de muitas ações no sistema nervoso central. É receptor inotrópico que são os canais cônicos que causa despolarização neural afetando os sistemas neurotransmissores e o ato reflexo, uma vez que diversas partes do cérebro são afetadas pelo efeito sedativos do álcool.

Os perigos de beber sem controle está no fato de que a longo prazo, o álcool causa degeneração irreversível do sistema nervoso central, podendo causar, por exemplo, a demência que é uma das complicações mais comuns, inibição da secreção hormonal antidiurético.

100_2993

100_2994

100_2995

Trabalho apresentado pelas alunas.

GRUPO III

Danillo; Gustavo; Luiz Gustavo e Ricardo

O ÁLCOOL

INTRODUÇÃO

O álccol possui uma grande aceitação na nossa sociedade que esquece que este é uma droga que atua no sistema nervoso central, podendo causar dependência, doenças e mudanças de comportamento.

As doenças causadas pelo álcool são muitas e são graves. Além das doenças, o álcool causa sofrimento a quem convive com essas pessoas, mudam de humor chegando até a agressividade, e também tira o sustento da família para beber.

caveira

O ÁLCOOL

O álcool é uma droga psicotrópica* que atua no sistema nervoso central, sendo que por si só é um agente depressivo que afeta o estímulo e intelecto.

Dentro do nosso organismo, o álcool possui efeito sedativo que age diretamente no sistema nervoso provocando relaxamento dos músculos, relaxando as tensões diárias fazendo com que o indivíduo se sinta mais aberto com os outros; mais feliz, mais corajoso, mais rico etc. Depois de um custo período (8 a 12 horas) após o ingestão de grande quantidade de álcool vem a “ressaca” (dor de cabeça, náusea, tremores e vômitos).

O maior problema com o álcoo são os efeitos psicológicos, pois pode interferir drasticamente no funcionamento da memória onde perde a capacidade de armazenar memórias recentes. Logo há também falhas na coordenação motora, onde se explica a causa de tantos acidentes de trânsito.

Os efeitos do uso prolongado do álcool são diversos: doenças do fígado, coração e sistema digestivo, perda de apetite, deficiências vitamínicas, impotência sexual ou irregularidades no ciclo menstrual.

DOENÇAS CAUSADAS PELO ÁLCOOL


- Estelatose alcoólica (fígado gorduroso): mal-estar, anorexia, náuseas, distenção abdominal;

- Hepatite alcoólica: necrose aguda das células hepáticas;

- Cirrose, fibrose e anemia: aumento da pressão sanguínea, lesão no pâncreas e estômago;

A ingestão contínua do álcool desgasta o organiamo que sofre muitas alterações. Surgem então, sintomas que comprometem a disposição para trabalhar e viver com bem estar. Essa indisposição prejudica o relacionamento com a família e diminui a produtividade no trabalho, podendo levar a desagregação familiar e ao desempenho.

O alcoolismo é considerado como doença e não é hereditário, mas existe uma predisposição orgânica para o seu desenvolvimento, sendo então, transmissível de pais para filhos.

CONCLUSÃO

Agora sabemos que o álcool mata. Quando ingerido em grande quantidade causa doenças físicas e psicológicas. Sabemos também que além de se matar a pessoa que bebe grandes quantidades de álcool pode tornar-se assassina no trânsito.

Obs: Os alunos desse grupo, pesquisaram sobre como transformar farinha de trigo em álcool e demonstrou para os colegas, explicando porque esse fato se dava.

100_2979

100_2980


100_2981

O aluno Luiz Gustavo ficou responsável pelas explicações. Sua primeira explicação foi que não utilizaram o milho para a experiência e sim a farinha de trigo.


100_2983

100_2984


100_2987

O trabalho deste grupo foi fundamentado no site http://pessoas.hsw.uol.com.br/destilarias-clandestinas2.htm.


ATENTO A TUDO

O sistema nervoso é formado pelo encéfalo, pela medula espinhal e pelos nervos. É um dos sistemas mais complexos do corpo humano.

sistema-nervoso

http://www.3bscientific.com.br/imagelibrary/V2038_L/posters-grandes/V2038_L_sistema-nervoso-posterior.jpg

O encéfalo é o órgão do sistema nervoso que trabalha as informações recebidas do ambiente e controla as atividades do organismo.

Os nervos fazem a ligação entre o encéfalo e a medula espinhal e todo o organismo.

A medula espinhal liga o encéfalo às diversas partes do corpo. Ela transporta as mensagens recebidas do ambiente para o encéfalo e participa de nossas atividades involuntárias e também de nossos reflexos.

Trabalhando os reflexos

100_2866Mariane

100_2867Tereza

100_2868Giovana

100_2869Elisa

100_2870Ricardo

100_2871Ana Paula

100_2872Amanda

100_2873Meryelen

100_2874Iara

100_28751Ricardo Danillo e Gustavo

100_2876Gustavo e Danillo

100_2877Luiz Gustavo

O ENCÉFALO POR DENTRO

O encéfalo é formado por células nervosas chamadas neurônios. O cérebro, cerebelo e bulbo são órgãos que compõem o encéfalo.

A massa do encéfalo de um adulto é de cerca de 1,4 Kg.

encefalohttp://portalsaofrancisco.com.br/alfa/corpo-humano-sistema-nervoso/encefalo.php

O cérebro é a parte do encéfalo que coordena os movimentos voluntários, como correr, saltar, levantar, e também participa da aprendizagem.

O cerebelo é outra parte do encéfalo responsável pela coordenação dos movimentos e pela manutenção do equilíbrio do corpo. O cerebelo controla o movimento de todos os nossos músculos para que eles trabalhem em harmonia.

O bulbo controla os movimentos involuntários, como a respiração e os batimentos cardíacos.

Também disponível em: http://blog.educacional.com.br/marciliarinaldes

OS CINCO SENTIDOS

Já faz muito, mas muito tempo que o filósofo grego Aristóteles, nascido no ano de 384 a. C. (antes de Cristo) e falecido com 322 a. C., descreveu os cinco sentidos como sendo: tato, visão, audição, olfato e paladar.

Até hoje esses cinco sentidos são estudados pelos cientistas. Existem órgãos do corpo responsáveis pelos sentidos.

A pele é o órgão responsável pelo tato.

O olho é o órgão responsável pela visão.

A orelha é o órgão responsável pela audição.

O nariz é o órgão responsável pelo olfato.

A língua é o órgão responsável pelo paladar.

A função dos cinco sentidos é permitir que cada ser humano possa perceber e conhecer o mundo que o cerca.

MENEGHELLO, Marinez. De olho no futuro – Ciências. São Paulo: Quinteto Editorial, 1996.

Brincadeira com a caixa diagnóstica trabalhando os sentidos.

100_2878Meryelen tateando alguns brinquedos.

100_2879Amanda

100_2880Ricardo

100_2881

Luiz Gustavo e Iara

100_2882Tereza

100_2883Mariane

100_2884Elisa e Iara

100_2886Giovana e Ana Paula

100_2887Ricardo e Danillo100_2902

Danillo, Luiz Gustavo, Iara e eu.

Também disponível em: http://blog.educacional.com.br/marciliarinaldes

ALÔ GALERA DO 5º ANO.

Estou deixando um pequeno texto que aborda o que foi falado em sala de aula, para facilitar o estudo de vocês.

BOA LEITURA

CONHECENDO O CORPO DOS MENINOS E DAS MENINAS.

Durante a adolescência, percebe-se o crescimento do corpo das meninas e dos meninos. Além disso, há um aumento do tamanho dos órgãos genitais, a pele fica mais oleosa, podendo aparecer espinhas e ocorrem mudanças na forma de pensar e de agir. Algumas transformações são mais específicas.

No corpo dos meninos:

  • A voz começa a engrossar;
  • O peito e o ombro ficam mais largos;
  • Os músculos ficam mais fortes;
  • Crescem os pelos na região pubiana, nas axilas e no rosto (mais tarde podem aparecer mais pelos por todo o corpo).

No corpo das meninas:

  • As mamas crescem;
  • Os quadris alargam;
  • As nádegas e coxas adquirem uma forma mais torneada;
  • Crescem pelos na região pubiana e nas axilas;
  • Ocorre a primeira menstruação;

APARELHO REPRODUTOR (MASCULINO E FEMININO)

26882w

SISTEMA GENITAL MASCULINO

O sistema genital humano é formado por órgãos externos e internos. No homem, compõe-se externamente pelo pênis e pela bolsa escrotal, dentro da qual estão os testículos.

Internamente, o sistema genital masculino é formado por testículos, epidídimo, ducto deferente, uretra e glândulas (vesícula seminal e próstata). A vesícula atualmente é chamada de glândula vesiculosa.

  • Testísculos: Locais onde são produzidos os espermatozóides;
  • Epidídimo: Dois tubos localizados atrás dos testículos, onde os espermatozoides são armazenados;
  • Ducto deferente: Canais que leva os espermatozóides dos testículos até uretra.
  • Uretra: Ducto comum ao sistema unirário e ao sistema genital. Percorre o interior do pênis, levando urina ou os espermatozoides (enquanto a uretra está conduzindo os espermatozoides, a musculatura em torno dela se contrai e impede a passagem da urina vinda da uretra).

aparelho-reprodutor-masculino

SISTEMA GENITAL FEMININO

O sistema genital feminino compõe-se externamente pelo pudendo feminino (atigamente chamado vulva). No pudendo feminino, localiza-se o clitóris além de duas aberturas: a uretra ( por onde sai a urina) e a vagina. Internamente, os órgãos que compõe o sistema genital feminino são os ovários, as tubas uterinas, o útero e a vagina.

  • Ovários: Locais onde são produzidos os hormônios sexuais femininos e os óvulos.
  • Tubas uterinas: Caminho percorrido pelo óvulo do momento em que sai do ovário até antingir o útero;
  • Útero: Órgão muscular oco, no qual, ocorre o desenvolvimento do bebê;
  • Vagina: Canal muscular que liga o pudendo ao útero;

anatomia-feminina

Para encerrarmos sobre o tema, Aparelho Reprodutor, os alunos fizeram uma maquete com massa de modelar representando o Sistema Reprodutor feminino e Masculino.

100_2746

Gustavo, Luiz Gustavo, Danillo e Ricardo começando a montar a maquete.

100_2749

Iara, Ana Paula, Amanda e Giovana.

100_2751

Meryelen, Mariane e Tereza.

100_2745

100_2750100_2753

100_2755Também disponível em: http://blog.educacional.com.br/marciliarinaldes


Agenda

setembro 2014
S T Q Q S S D
« jul    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Estatísticas do Blog

  • 208,177 hits
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.