Blog da Professora Marcília

TRABALHO SOBRE ÁLCOOL E ALCOOLI SMO REALIZADO PELOS ALUNOS

GRUPO I

Amanda; Ana Paula; Giovana

INTRODUÇÃO

Como o texto, nos compreendemos que ele fala sobre as pessoas que ingerem o álcool, fala também das mulheres grávidas que também ingerem o álcool, o que pode causar sérios riscos para o bebê e a mãe.

Ao ler este texto, o leitor, vai se conscientizar apra não ingerir muita bebida alcoólica e não dirigir alcoolizados, e às futuras mães não beberem durante a gestação.

O ÁLCOOL

O álcool afeta várias partes do corpo, uma delas é o cérebro. Quando uma pessoa dirige alcoolizado os seus reflexos e a sua atenção irão diminuir, ocasionando um grave acidente. Colocando em risco a sua própria vida e a vida dos inocentes.

O ÁLCOOL NO SISTEMA NERVOSO

O álcool é uma droga, porém não é como a cocaína, a maconha, nem o êxtase, etc. Essas drogas afetam o cérebro, já o álcool afeta o fígado, o estômago, o intestino, o sistema cardiovascular, o sistema nervoso e também o cérebro.

A substância do álcool é prejudicial à mãe e o bebê. Portanto, durante a gestação, os médicos recomendam para a futura mãe para não ingerir a nicotina do cigarro, o álcool, nenhum medicamento sem orientação médica e nenhuma substância tóxica, pois é pelo cordão umbilical que passam todas as substâncias que a mãe ingere.

Alguns motoristas mesmo sabendo da lei “Se beber não dirija”, eles violam essa lei, ocasionando acidentes.

Qual o mundo que nós queremos?

O mundo que a mãe, o pai, o irmão ou a irmã quer?

O mundo que nós queremos é um mundo de Paz, Amor, Justiça, Fraternidade, Unidade, etc.

CONCLUSÃO

Portanto, é importante que todos se conscientizem que beber muito álcool, dirigir alcoolizado é errado, pois, ele é altamente prejudicial à saúde.

100_2989

100_2991

100_2992

OBS: Texto digitado na íntegra, segundo o trabalho das alunas.

GRUPO II

Elisa; Iara; Meryelen

ÁLCOOL

Diversas partes do cérebro são afetados pelo efeito sedativos do álcool.

OS PERIGOS DE BEBER SEM CONTROLE

A longo prazo, o álcool causa degeneração irreversível no sistema nervoso central, podendo causar, por exemplo, a demência, as complicações mais comuns.

EFEITO DO ABUSO DO ÁLCOOL NO SISTEMA NERVOSO

O álcool é um depressor de muitas ações no sistema nervoso central. É receptor inotrópico que são os canais cônicos que causa despolarização neural afetando os sistemas neurotransmissores e o ato reflexo, uma vez que diversas partes do cérebro são afetadas pelo efeito sedativos do álcool.

Os perigos de beber sem controle está no fato de que a longo prazo, o álcool causa degeneração irreversível do sistema nervoso central, podendo causar, por exemplo, a demência que é uma das complicações mais comuns, inibição da secreção hormonal antidiurético.

100_2993

100_2994

100_2995

Trabalho apresentado pelas alunas.

GRUPO III

Danillo; Gustavo; Luiz Gustavo e Ricardo

O ÁLCOOL

INTRODUÇÃO

O álccol possui uma grande aceitação na nossa sociedade que esquece que este é uma droga que atua no sistema nervoso central, podendo causar dependência, doenças e mudanças de comportamento.

As doenças causadas pelo álcool são muitas e são graves. Além das doenças, o álcool causa sofrimento a quem convive com essas pessoas, mudam de humor chegando até a agressividade, e também tira o sustento da família para beber.

caveira

O ÁLCOOL

O álcool é uma droga psicotrópica* que atua no sistema nervoso central, sendo que por si só é um agente depressivo que afeta o estímulo e intelecto.

Dentro do nosso organismo, o álcool possui efeito sedativo que age diretamente no sistema nervoso provocando relaxamento dos músculos, relaxando as tensões diárias fazendo com que o indivíduo se sinta mais aberto com os outros; mais feliz, mais corajoso, mais rico etc. Depois de um custo período (8 a 12 horas) após o ingestão de grande quantidade de álcool vem a “ressaca” (dor de cabeça, náusea, tremores e vômitos).

O maior problema com o álcoo são os efeitos psicológicos, pois pode interferir drasticamente no funcionamento da memória onde perde a capacidade de armazenar memórias recentes. Logo há também falhas na coordenação motora, onde se explica a causa de tantos acidentes de trânsito.

Os efeitos do uso prolongado do álcool são diversos: doenças do fígado, coração e sistema digestivo, perda de apetite, deficiências vitamínicas, impotência sexual ou irregularidades no ciclo menstrual.

DOENÇAS CAUSADAS PELO ÁLCOOL


Estelatose alcoólica (fígado gorduroso): mal-estar, anorexia, náuseas, distenção abdominal;

Hepatite alcoólica: necrose aguda das células hepáticas;

Cirrose, fibrose e anemia: aumento da pressão sanguínea, lesão no pâncreas e estômago;

A ingestão contínua do álcool desgasta o organiamo que sofre muitas alterações. Surgem então, sintomas que comprometem a disposição para trabalhar e viver com bem estar. Essa indisposição prejudica o relacionamento com a família e diminui a produtividade no trabalho, podendo levar a desagregação familiar e ao desempenho.

O alcoolismo é considerado como doença e não é hereditário, mas existe uma predisposição orgânica para o seu desenvolvimento, sendo então, transmissível de pais para filhos.

CONCLUSÃO

Agora sabemos que o álcool mata. Quando ingerido em grande quantidade causa doenças físicas e psicológicas. Sabemos também que além de se matar a pessoa que bebe grandes quantidades de álcool pode tornar-se assassina no trânsito.

Obs: Os alunos desse grupo, pesquisaram sobre como transformar farinha de trigo em álcool e demonstrou para os colegas, explicando porque esse fato se dava.

100_2979

100_2980


100_2981

O aluno Luiz Gustavo ficou responsável pelas explicações. Sua primeira explicação foi que não utilizaram o milho para a experiência e sim a farinha de trigo.


100_2983

100_2984


100_2987

O trabalho deste grupo foi fundamentado no site http://pessoas.hsw.uol.com.br/destilarias-clandestinas2.htm.


Anúncios

ATENTO A TUDO

O sistema nervoso é formado pelo encéfalo, pela medula espinhal e pelos nervos. É um dos sistemas mais complexos do corpo humano.

sistema-nervoso

O encéfalo é o órgão do sistema nervoso que trabalha as informações recebidas do ambiente e controla as atividades do organismo.

Os nervos fazem a ligação entre o encéfalo e a medula espinhal e todo o organismo.

A medula espinhal liga o encéfalo às diversas partes do corpo. Ela transporta as mensagens recebidas do ambiente para o encéfalo e participa de nossas atividades involuntárias e também de nossos reflexos.

Trabalhando os reflexos

100_2866Mariane

100_2867Tereza

100_2868Giovana

100_2869Elisa

100_2870Ricardo

100_2871Ana Paula

100_2872Amanda

100_2873Meryelen

100_2874Iara

100_28751Ricardo Danillo e Gustavo

100_2876Gustavo e Danillo

100_2877Luiz Gustavo

O ENCÉFALO POR DENTRO

O encéfalo é formado por células nervosas chamadas neurônios. O cérebro, cerebelo e bulbo são órgãos que compõem o encéfalo.

A massa do encéfalo de um adulto é de cerca de 1,4 Kg.

encefalohttp://portalsaofrancisco.com.br/alfa/corpo-humano-sistema-nervoso/encefalo.php

O cérebro é a parte do encéfalo que coordena os movimentos voluntários, como correr, saltar, levantar, e também participa da aprendizagem.

O cerebelo é outra parte do encéfalo responsável pela coordenação dos movimentos e pela manutenção do equilíbrio do corpo. O cerebelo controla o movimento de todos os nossos músculos para que eles trabalhem em harmonia.

O bulbo controla os movimentos involuntários, como a respiração e os batimentos cardíacos.

Também disponível em: http://blog.educacional.com.br/marciliarinaldes

OS CINCO SENTIDOS

Já faz muito, mas muito tempo que o filósofo grego Aristóteles, nascido no ano de 384 a. C. (antes de Cristo) e falecido com 322 a. C., descreveu os cinco sentidos como sendo: tato, visão, audição, olfato e paladar.

Até hoje esses cinco sentidos são estudados pelos cientistas. Existem órgãos do corpo responsáveis pelos sentidos.

A pele é o órgão responsável pelo tato.

O olho é o órgão responsável pela visão.

A orelha é o órgão responsável pela audição.

O nariz é o órgão responsável pelo olfato.

A língua é o órgão responsável pelo paladar.

A função dos cinco sentidos é permitir que cada ser humano possa perceber e conhecer o mundo que o cerca.

MENEGHELLO, Marinez. De olho no futuro – Ciências. São Paulo: Quinteto Editorial, 1996.

Brincadeira com a caixa diagnóstica trabalhando os sentidos.

100_2878Meryelen tateando alguns brinquedos.

100_2879Amanda

100_2880Ricardo

100_2881

Luiz Gustavo e Iara

100_2882Tereza

100_2883Mariane

100_2884Elisa e Iara

100_2886Giovana e Ana Paula

100_2887Ricardo e Danillo100_2902

Danillo, Luiz Gustavo, Iara e eu.

Também disponível em: http://blog.educacional.com.br/marciliarinaldes

O CAMINHO DO SANGUE O papel do aparelho circulatório ou cardiovascular é transportar e bombear sangue para todas as partes do corpo humano. Assim, esse sistema distribui os nutrientes e o oxigênio para as células e recolhe o gás carbônico e outras substâncias tóxicas ao organismo. Esse oxigênio distribuído para o organismo é proveniente do ar que entrou nos pulmões. O gás carbônico recolhido pelo sangue é enviado para os pulmões a fim de ser eliminado do corpo humano.

circulatorio11http://www.sbscidade.com/ciencia/ciencia_matcirculacao.html

O coração bombeia o sangue rico em oxigênio para outras partes do corpo.

As artérias são vasos sanguíneos que conduzem o sangue do coração a todas as partes do corpo.

As veias são vasos sanguíneos que trazem o sangue de volta ao coração.

O CORAÇÃO POR DENTRO E POR FORA

O coração é um órgão oco com paredes musculosas. Ele posui o tamanho aproximado de uma mão fechada e, em uma pessoa adulta, tem um pouco menos de meio quilograma.

No seu interior exitem quatro cavidades, duas chamadas átrios e duas chamadas ventrículos. Observe a localização dessas cavidades no corte do coração ilustrado abaixo:

anatomia-do-coracao1http://www.colegiosaofrancisco.com.br/alfa/corpo-humano-sistema-cardiovascular/anatomia-do-coracao.php

MENEGHELLO, Marinez. De olho no futuro – Ciências. São Paulo: Quinteto Editorial, 1996.

Após a leitura e conversa informal, mostrei aos alunos um coração de vaca para mostrar todas as partes apresentadas no texto e nas explicações. 100_2916 Eu, Gabriel Aderson e Pedro Henrique 100_2917Josué, Gabriel Aderson, Isabel, Pedro Henrique. 100_2918 100_29201 100_29221 100_29231 100_2925 100_2926 100_2930

Também disponível em: http://blog.educacional.com.br/marciliarinaldes

O CAMINHO DO AR

O sistema respiratório é formado pelas fossas nasais, faringe, laringe, traqueia, brônquios e pulmões.

A sua principal função é possibilitar a entrada e a saída de ar do organismo.

sistema_respira2

http://www.jumar.org.br/…/sistema_respira2.jpg

O ar entra pelo nariz passando primeiramente pelas fossas nasais. Os pelos presentes no interior do nariz retêm algumas impurezas do ar, como a poeira.

A seguir, o ar passa pela faringe e pela laringe, para depois chegar até a traqueia.

A traqueia abre-se em dois tubos mais finos chamados bronquios, que conduzem o ar para os dois pulmões.

RESPIRAR: INSPIRAR E EXPIRAR

A respiração é uma ação composta de duas fases:

Inspiração: é o movimento de enchder os pulmões de ar.

Expiração: é o movimento de eliminar o ar dos pulmões.

Ao inspirar, estamos enviando ar com oxigênio para o interior do corpo; ao expirar, estamos liberando o dióxido de carbono (gás carbônico) para fora do corpo.

No tórax estão localizados os pulmões, dois órgãos de textura esponjosa. Um deles está localizado à direita e o outro, à esqueerda, sendo que o pulmão direito é um pouco maior que o esquerdo.

Em uma pessoa adulta, a massa dos dois pulmões é de aproximadamente 1 quilograma.

Respirar é uma ação involuntária, ou seja, é uma ação automática comandada pelo sistema nervoso.

Normalmente, as pessoas não conseguem interromper a respiração por mais de um minuto. No entanto, alguns mergulhadores que pescam pérolas em uma região chamada Polinésia conseguem ficar até 4 minutos sem respirar.

MENEGHELLO, Marinez. De olho no futuro – Ciências. São Paulo: Quinteto Editorial, 1996.

Foi entregue a cada aluno um balão para que fosse enchido, representando a nossa respiração no momento em que o pulmão se enche de ar.

100_2826Isabel e Gabriel Aderson

100_2827Ítalo, Nícolas e Josué

100_2828Eduarda, Nathália e Isabel

100_2830Gabriel Augusto

Após as explicações, responder questionamentos realizados pelos alunos, passamos a fazer uso da fita métrica para medirmos o diâmetro do tórax no momento da inspiração e expiração, como mostra as fotos.

100_2804

Nathália está medindo o tórax de Gabriel Augusto quando este inspirava o ar.

100_2808Gabriel Augusto medindo o tórax de Nathália no momento da inspiração.

100_2805Nícolas e Josué realizando a mesma tarefa de medir o tórax no momento de inspiração do ar.

100_2810Josué e Nícolas, conferindo a inspiração e expiração de seu colega.

100_2806Isabel e Gabriel Aderson – na mesma atividade.

100_2811Gabriel Aderson e Isabel

100_2813Isabel e Eduarda

100_2814Eduarda e Isabel

100_2807Ítalo e Pedro Henrique

100_2812Pedro Henrique e Ítalo

Com essa atividade foi possível perceberem que quando inspiramos há um aumento no volume de nosso tórax e quando expiramos soltamos o ar e há o relaxamento do tórax que volta ao volume normal e que este movimento se dá de forma involuntária sem que se perceba.

Depois dessa atividade, sugeri que ficassem um em frente ao outro e que um colocasse de leve, os dedos no pulso do colega, procurando sentir um “pulsar”. De início acharam estranho sentir a veia “batendo”. Em primeiro momento, os alunos estavam em repouso.

100_2815Ìtalo e Gabriel Aderson

100_2816Nícolas e Josué

100_2817Gabriel Aderson e Isabel

100_2818Eduarda e Nathália

100_2820Eu e Pedro Henrique

Em seguida solicitei que pulassem, brincassem que depois íamos sentir o pulso novamente de ver se houve alteração nos batimentos cardíacos e na respiração.

100_2831Ítalo pulando

100_2832Nathália, Isabel, Gabriel Augusto pulando e Gabriel Aderson fazendo flexão.

100_2835Pedro Henrique e Gabriel Aderson fazendo flexão.

Depois de medir novamente o pulso do colega, os alunos se surpreenderam com o tanto que estavam acelerados, falei sobre a respiração e perceberam que estava mais rápida e um dos alunos disse que o coração queria sair pela boca.

Para encerrarmos a aula, tiramos fotos no momento de descanso.

100_2840

Também disponível em: http://blog.educacional.com.br/marciliarinaldes

ALÔ GALERA DO 5º ANO.

Estou deixando um pequeno texto que aborda o que foi falado em sala de aula, para facilitar o estudo de vocês.

BOA LEITURA

CONHECENDO O CORPO DOS MENINOS E DAS MENINAS.

Durante a adolescência, percebe-se o crescimento do corpo das meninas e dos meninos. Além disso, há um aumento do tamanho dos órgãos genitais, a pele fica mais oleosa, podendo aparecer espinhas e ocorrem mudanças na forma de pensar e de agir. Algumas transformações são mais específicas.

No corpo dos meninos:

  • A voz começa a engrossar;
  • O peito e o ombro ficam mais largos;
  • Os músculos ficam mais fortes;
  • Crescem os pelos na região pubiana, nas axilas e no rosto (mais tarde podem aparecer mais pelos por todo o corpo).

No corpo das meninas:

  • As mamas crescem;
  • Os quadris alargam;
  • As nádegas e coxas adquirem uma forma mais torneada;
  • Crescem pelos na região pubiana e nas axilas;
  • Ocorre a primeira menstruação;

APARELHO REPRODUTOR (MASCULINO E FEMININO)

26882w

SISTEMA GENITAL MASCULINO

O sistema genital humano é formado por órgãos externos e internos. No homem, compõe-se externamente pelo pênis e pela bolsa escrotal, dentro da qual estão os testículos.

Internamente, o sistema genital masculino é formado por testículos, epidídimo, ducto deferente, uretra e glândulas (vesícula seminal e próstata). A vesícula atualmente é chamada de glândula vesiculosa.

  • Testísculos: Locais onde são produzidos os espermatozóides;
  • Epidídimo: Dois tubos localizados atrás dos testículos, onde os espermatozoides são armazenados;
  • Ducto deferente: Canais que leva os espermatozóides dos testículos até uretra.
  • Uretra: Ducto comum ao sistema unirário e ao sistema genital. Percorre o interior do pênis, levando urina ou os espermatozoides (enquanto a uretra está conduzindo os espermatozoides, a musculatura em torno dela se contrai e impede a passagem da urina vinda da uretra).

aparelho-reprodutor-masculino

SISTEMA GENITAL FEMININO

O sistema genital feminino compõe-se externamente pelo pudendo feminino (atigamente chamado vulva). No pudendo feminino, localiza-se o clitóris além de duas aberturas: a uretra ( por onde sai a urina) e a vagina. Internamente, os órgãos que compõe o sistema genital feminino são os ovários, as tubas uterinas, o útero e a vagina.

  • Ovários: Locais onde são produzidos os hormônios sexuais femininos e os óvulos.
  • Tubas uterinas: Caminho percorrido pelo óvulo do momento em que sai do ovário até antingir o útero;
  • Útero: Órgão muscular oco, no qual, ocorre o desenvolvimento do bebê;
  • Vagina: Canal muscular que liga o pudendo ao útero;

anatomia-feminina

Para encerrarmos sobre o tema, Aparelho Reprodutor, os alunos fizeram uma maquete com massa de modelar representando o Sistema Reprodutor feminino e Masculino.

100_2746

Gustavo, Luiz Gustavo, Danillo e Ricardo começando a montar a maquete.

100_2749

Iara, Ana Paula, Amanda e Giovana.

100_2751

Meryelen, Mariane e Tereza.

100_2745

100_2750100_2753

100_2755Também disponível em: http://blog.educacional.com.br/marciliarinaldes

ALIMENTOS RICOS EM PROTEÍNAS

Os alimentos ricos em proteínas, também chamados de alimentos construtores, são importantes para o crescimento, manutenção e regeneração das células, portanto fundamentais para a constituição dos ossos e dos músculos. Exemplos de alimentos de origem vegetal e de origem animal ricos em proteína:

Vegetal: feijão, ervilha seca, amendoim

Animal: leite, queijo, ovos, carne bovina, carne de frango, carne de peixe, ovos.proteinas2

ALIMENTOS RICOS EM CARBOIDRATOS E LIPÍDEOS

Os alimentos energéticos são ricos em carboidratos (comumente chamados de açúcares) e lipídeos (comumente chamados de gorduras). Fornecem energia para o organismo, sendo, portanto, indispensáveis para o funcionamento dos músculos e órgãos, bem como para a atividade mental. A energia necessária para brincar, andar, praticar esportes, estudar, entre outras atividades, vem de alimentos ricos em açúcares e gorduras. Exemplo de alimentos ricos em gorduras e açúcares.

Açúcares: pão, batata, macarrão, mel, arroz, etc;

Gorduras: óleo vegetal, margarina, azeite de dendê, banha, etc.

ALIMENTOS RICOS EM VITAMINAS E SAIS MINERAIS

Os alimentos ricos em vitaminas e sais minerais são chamados de reguladores, porque são importantes para o perfeito funcionamento das funções vitais do organismo, como respiração, digestão, circulação, crescimento e fortalecimento dos ossos, regulação da quantidade de água no organismo, entre tantas outras atividades. As vitaminas e os sais minerais são encontrados principalmente em frutas, verduras e legumes.

A falta de vitamina e sais minerais no organismo é bastante prejudicial. A vitamina C, por exemplo, é importante para o sistema imunológico, responsável por proteger o organismo da entrada de micro-organismos causadores de doenças (como vírus e bactérias). Exemplo de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais.

Vitaminas: alface, pepino, uva, laranja, maçã, pêra, banana, morango, kiwi, etc.

Sais minerais: tomate, ervilha, pepino, melancia, melão, pimentão.

alimentacao-saudavel

HÁBITOS ALIMENTARES

Uma refeição completa deve ter um pouco de todos os grupos de alimentos que vimos até aqui, ou seja, deve ser equilibrada na quantidade de proteínas, carboidratos, lipídeos, sais minerais e vitaminas. A alimentação é importante não só para o bom funcionamento do organismo, mas tem influência direta no dia-a-dia (trabalho, estudo, lazer). Portanto, em cada refeição deve-se comer pelo menos um alimento de cada grupo, para não correr o risco de ingerir uma dieta pobre em algum tipo de nutriente.

piramide-alimentar

ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS

Alimentos industrializados são aqueles que resultam da transformação dos alimentos naturais por meio de processos industriais. Seria ideal que em nossa alimentação houvesse apenas alimentos naturais, porém nos dias de hoje isso dificilmente acontece, porque grande parte dos alimentos que consumimos é industrializada. A inserção de alimentos industrializados e artificiais na dieta dos seres humanos ocasionou uma mudança nos hábitos alimentares. Balas, chocolates, chicletes, enlatados são apenas alguns exemplos de alimentos industrializados encontrados em mercados, feiras e mercearias. Todo alimento industrializado vem com informações que devem sempre ser consultadas antes da compra e do consumo.

alimentostrans

ALIMENTOS TRANSGÊNICOS

Os alimentos transgênicos, são produzidos a partir da modificação genética das sementes com base nas características do ambiente onde são cultivadas. Estes alimentos podem trazer problemas à saúde das pessoas e também ao ambiente, considerando que não ocorrem de forma espontânea na natureza.

Responda em seu caderno:

1 – Que alimento você mais gosta?

2 – Que alimento mais detesta?

3 – Existe algum ingrediente que você desconhece? Qual?

4 -O que significa: colorido artificialmente? Sabor artificial de? Aroma artificial?

5 – O que quer dizer artificial? Procure no dicionário.

6 -Por que é importante saber o prazo de validade dos alimentos industrializados?

7 –  Qual a importância de se ter uma alimentação equilibrada?

8 – Recorte e cole rótulos de alimentos industrializados mostrando as seguintes informações: ingredientes; data de fabricação; prazo de validade.

9 Pesquise sobre os alimentos e faça pequeno texto explicando sobre sua importância.

Após estudarmos o texto, discussão em sala de aula, fomos para a cozinha experimental fazer uma salada de frutas e discutir sobre a importâcia de se comer frutas, verduras e fibras.

100_2727

Os alunos Nícolas, Gabriel Aderson, Pedro Henrique, Josué, Eduarda e Nathália. Enquanto as meninas lavavam as frutas os meninos faziam pose para tirar fotos.

100_27281

Nesta foto o aluno Ítalo tentou esconder, mas nosso fotógrafo mirim não deixou por menos e enquadrou-o  na lente.

100_2729 Eduarda, Isabel e Nathália lavando e secando as frutas para que a professora faça a salada.

100_2736

A professora Marcília explicando sobre o morango ser um falso fruto, para a aluna Nathália.

100_2737

A salada pronta esperando para ser degustada.

Obs: As fotos foram tiradas pelo aluno Gabriel Augusto, que  por  ser o fotógrafo não aparece em nenhuma das imagens.

Também disponível em: http://blog.educacional.com.br/marciliarinaldes

Agenda

novembro 2017
S T Q Q S S D
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Estatísticas do Blog

  • 242,773 hits